Conheça os benefícios de um plano de aula e saiba como construir o seu

Já se sentiu perdido na condução de suas aulas, sem saber se está no caminho certo? O problema pode estar na ausência de um bom plano de aula. Muitos professores evitam fazer o plano de aula, por achar que essa tarefa está associada à burocracia da instituição de ensino, e por isso, acreditam ser sem propósito.

Porém, o planejamento das atividades de ensino vão além de apenas entregar relatórios à direção, e contribuem muito para o sucesso de sua carreira e do processo de aprendizagem dos alunos. Acompanhe o nosso post e conheça os benefícios de um plano de aula e saiba como construir o seu.

Otimização de tempo

Hoje com tantas tarefas a serem executadas, é muito comum vermos profissionais perdidos e sem saber por onde começar. Por isso, o planejamento é essencial para organizar a rotina e as atividades.

Para os professores, o plano de aula vem como um suporte para otimização do tempo, já que ele vai guiar todo o trabalho do educador. A partir do momento em que você consegue estabelecer os tópicos a serem explorados, metodologia, atividades aplicados, entre outros, você não gasta tempo para tentar se organizar em cada aula e consegue executar todas as suas tarefas sem atraso.

Andamento das aulas

O processo de aprendizagem, em qualquer nível de ensino, é mais eficaz quando se tem uma sequência de tópicos a serem trabalhados e que estão relacionados. Ao fazer um plano de aula, é possível estabelecer uma sequência de matérias para serem exploradas e que irão contribuir positivamente para o aprendizado dos alunos.

Os tópicos não serão trabalhados aleatoriamente, criando uma confusão na cabeça dos alunos, e sim terão uma sequência e relação que irão contribuir para o andamento das aulas. Além disso, ao ter um plano de aula bem definido, em caso de ausência, você poderá garantir que o conteúdo será passado de forma correta por outro professor.

Amplia a organização das tarefas

Algumas aulas relacionadas às pesquisas em laboratório, visitas a museus ou parques, por exemplo, dependem de uma organização prévia como a reserva de laboratório, de auditório ou autorização de pais de alunos.

Com cada aula devidamente agendada, você poderá se planejar para que tudo ocorra com eficiência dentro do prazo estipulado. Desta forma, todas as tarefas, as estratégias e recursos estarão relacionados aos planos de aula, facilitando assim, a organização dos preparativos.

Aumento da produtividade

Quando se lida com grandes turmas, às vezes fica difícil otimizar a aula para aproveitar mais o tempo. Situações relacionadas ao ambiente social como brincadeiras, conversas ou até mesmo impasses provocados pelo tema estudado, podem diminuir a produtividade das aulas.   

Com o plano de estudo você consegue determinar um prazo para cada tarefa, fazendo com que tudo seja realizado da melhor forma.

Amplia a clareza dos objetivos

Cada aula ministrada, cada tarefa trabalhada em sala de aula tem um objetivo definido. Sem um plano de aula eficiente fica difícil ter a clareza de quais são os seus objetivos dentro da matéria ensinada.

Também é possível determinar metas de resultados para seus alunos. As escolas são constantemente avaliadas pelo (MEC) Ministério da Educação, quanto a qualidade da educação oferecida. O plano de estudo pode ajudá-lo a acompanhar este resultado.

Avaliação do método de ensino

Um dos grandes benefícios em criar um plano de aula, é poder avaliar a sua própria metodologia de ensino. Tendo um histórico de aulas e conteúdos, você conseguirá ver os resultados do trabalho em avaliações, observando qual o formato de aula foi mais eficaz para os alunos.

Assim, é possível aperfeiçoar o seu trabalho ainda mais, para se tornar um professor referência no mercado educacional e contribuir para o aprendizado de seus alunos.

Saiba como montar um plano de aula

O primeiro passo para construir um plano de aula, é definir os temas que serão abordados e seus objetivos. É muito importante observar o número de aulas que você terá com a turma, definindo por quanto tempo os tópicos serão abordados, para ensinar cada tema de forma eficaz.

Em cada uma das aulas, coloque o método de ensino, se será uma aula expositiva, um seminário, atividade fora de sala, exercícios em grupo, entre outros. Inclua também os recursos didáticos que serão utilizados, como a apostila da escola, livro extra, bloco de atividades e textos ou até mesmo filmes. Não se esqueça de colocar também as datas de avaliações ao longo do plano de aula, para saber quais conteúdos poderão ser ensinados e cobrados. Assim, você poderá organizar mais o seu trabalho para alcançar seus objetivos e ter uma carreira de sucesso, e ainda ter tempo extra para outras atividades, como fazer uma pós-graduação.

Crie metas relacionadas ao IDEB

Todas as escolas têm como principal objetivo melhorar os índices de aprendizados de seus alunos. Isso deve ser buscado por cada professor, em cada sala de aula. No Brasil, todas as escolas públicas e privadas da educação básica devem passar pela analise de desempenho do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB.

Todas as escolas têm metas a serem alcançadas e devem lutar para que isso ocorra. O ideal é que cada professor utilize as metas do IDEB como sua meta pessoal. Essas metas devem ser colocadas dentro do plano de estudo, juntamente com todas as estratégias para alcançá-las.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *