O que é educação inclusiva e como a educação especial pode completá-la

Muitas pessoas acreditam que a  educação Inclusiva e educação Especial são a mesma coisa, porém, elas possuem ações distintas e complementares ao mesmo tempo.

Através da educação inclusiva, alunos especiais podem conviver nos mesmos ambientes escolares que os demais alunos. Esse convívio garante crescimento para todo o grupo, tanto no ensino formal, quanto na  vida. Acompanhe este post e entenda um pouco mais.

Educação Especial e Inclusiva

A Educação Especial prevê um ensino focado no atendimento às pessoas portadoras de deficiência física, mental sensorial e com condutas atípicas como transtornos de desenvolvimento ou superdotação.

Ao frequentar escolas com profissionais que tenham uma formação especializada, a criança ganha acesso a um conjunto de recursos e serviços educacionais especiais.  Desta forma, o aluno desenvolve as suas habilidades segundo as suas necessidades especiais.

Já a Educação Inclusiva prevê uma educação voltada para cidadania plena e livre de preconceitos. Isso significa educar todas as crianças em uma mesma metodologia de ensino e em um mesmo contexto e ambiente. Com isso os educadores querem garantir uma convivência harmônica entre os educandos, a partir da compreensão da diversidade e da igualdade de direitos.

Na escola e na vida

A escola é o primeiro ambiente social a que uma criança tem acesso. Se uma criança cresce isolada e longe do diferente ela não aprenderá a valorizar e respeitar essas diferenças. O que ela aprende neste período, ela levará por toda a sua vida. Somos todos igualmente seres humanos, mas diferentes e especiais em sua essência. Independente de raça, credo, gênero, opção sexual ou deficiência física todos temos direito a uma educação de qualidade e inclusiva.

Reconhecer as diferenças

A constituição brasileira prevê a igualdade de direitos para todos sem nenhum tipo de distinção. Esse direito também foi eternizado por Aristóteles que afirmou em sua obra que  justiça é reconhecer e proporcionar o necessário para que todos possam ver garantidos os seus direitos e sejam capacitados para cumprir os seus deveres. O filósofo disse “tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais, na medida de sua desigualdade”.

Formação dos educadores

Para que a educação especial seja uma realidade sustentável, é fundamental que os professores recebam a formação adequada para lidar com o dia a dia de uma sala de aula diversa. Há uma série de cursos que oferecem possíveis habilitações que podem capacitar profissionais da educação como o curso de pós-graduação em Educação Especial e Inclusiva.  

Este curso irá mostrar ao professor as necessidades e as particularidades do aluno que necessita de uma linguagem especial para se comunicar ou estudar como, por exemplo, braile ou libras. Além disso, esta formação torna clara a visão de que todo ser humano possui suas características próprias, suas competências e limitações.

O que é educação inclusiva