Entenda a importância da mulher no mercado de trabalho para economia

Lugar de mulher é onde ela quiser! O livro escrito por Patrícia Lages representa bem o que está no coração de grande parte das mulheres. Elas querem muito mais que um trabalho, querem escolher o seu espaço, querem respeito e igualdade. Não querem que digam a elas aonde devem estar e o que devem fazer.  

Talvez o universo masculino esteja longe de entender este desejo. A boa notícia é que o poder de mudança sempre esteve nas mãos das mulheres. Acompanhe este post e entenda a importância da mulher no mercado de trabalho.

Mulheres no mercado de trabalho

Os números não são injustos e representam uma dura realidade que a mulher luta para mudar dia a dia. Segundo dados do IBGE a mulher representa mais da metade da população brasileira e ainda assim é a maioria entre os desempregados. Enquanto os homens somam apenas 10,6%, elas representam um total de 13,8%.

No entanto, estar empregada não representa uma conquista completa, pois os níveis de desigualdade são bem evidentes. Apenas 37% dos postos de liderança das empresas brasileiras são ocupados pelas mulheres. Este índice cai para 10% quando avaliamos dados referentes às grandes corporações. Mesmo quando conseguem alcançar cargos de gerência nas organizações à média salarial é 46,7% menor que a dos homens.

Desenvolvimento histórico

Embora a realidade da mulher no mercado de trabalho esteja bem longe de ser a ideal, podemos afirmar que houve um grande progresso nos últimos 80 anos. O primeiro grande avanço ocorreu em 1943 com a publicação da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), onde se consolidou as matérias relativas ao trabalho, incluindo as atividades empregatícia da mulher.

Logo em seguida em 1944 houve a primeira alteração admitindo que a mulher realizasse trabalhos noturnos em algumas atividades. No entanto, o grande marco ocorreu em 1988 com a publicação da Constituição Federal, onde se criou leis de proteção a mulher. Isso representou uma evolução da mulher não somente no campo do trabalho como também na sociedade.

Melhores setores para as mulheres

Quando deseja realizar os seus sonhos profissionais, a mulher busca algo especial e que realmente atenda às suas expectativas. Uma pesquisa realizada pela Love Mondays com mais de 10 mil mulheres mostrou que elas se preocupam em trabalhar felizes. Ou seja, elas buscam por empregos com um ambiente de trabalho que lhe proporcione qualidade de vida e um bom clima organizacional. Ainda segundo a pesquisa existem 10 setores apontados por elas com sendo os melhores ramos para se trabalhar:

  • Farmacêutica;
  • Bens de consumo;
  • Químico;
  • Serviços financeiros;
  • Engenharia e construção;
  • Eletrônicos e eletrodomésticos;
  • Moda, esportes e acessórios;
  • Tecnologia e telecomunicações;
  • Fundações e associações;
  • Faculdades e universidades.

Segundo as entrevistadas na pesquisa, o setor farmacêutico está em primeiro lugar na preferência feminina devido a qualidade de vida que o setor oferece aos seus funcionários, com bom ambiente de trabalho, boa remuneração, benefícios e, principalmente, o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

mulher no mercado de trabalho